Quem espera sempre alcança

Encontro com Steve Harris

(To read this post in English: Good things come to those who wait)

26 de Março, terça-feira – dia de rock!!! Hoje Steve Harris – pra quem não sabe ele é o lendário baixista do Iron Maiden – vai se apresentar com seu novo (e único) projeto paralelo British Lion em Londres, pela primeira vez! E eu tenho um ingresso!!! 😀

Cheguei no O2 Academy Islington às 19h. A casa fica dentro de um shopping center de Londres mas eu não tinha a menor idéia disso, fui seguindo as instruções do google maps e o filho da mãe me fez dar a volta no prédio todo até chegar a uma espécie de doca, nos fundos do shopping. Chegando lá vi um carinha fumando na rua, em frente a uma porta de serviço, vestindo tênis, calça cargo na altura da canela e um gorro de lã, e me passou pela cabeça que esse cara só podia ser um dos roadies da banda…. Pensei em dar uma de tonta e perguntar qualquer coisa como se o show era ali mesmo, só pra puxar conversa, mas acabou que fiquei tímida e passei batido…

Tinha fila mas não demorou nada pra abrirem as portas e todo mundo entrar. Sensacional mesmo foi descobrir que a casa era realmente pequena, com capacidade para apenas 800 pessoas. Fui até o bar e pedi um whisky duplo (a propósito, se você gosta de whisky JAMAIS aceite Southern Comfort – é doce pra cacete, cheira a manteiga de amendoim – e NÃO É scotch!!! Acredite se quiser essa porcaria dessa bebida apenas contém aromatizante com sabor de whisky!! Vivendo e aprendendo…!), e descolei um lugar na 2a fila bem em frente ao palco, aproveitando o fato de que era cedo e o lugar ainda estava vazio. Durante a espera que se seguiu só rolou Led Zeppelin… 😀

Às 20h a banda britânica Zico Chain abriu a noite. Apesar de não ser exatamente o meu tipo de rock (eu sou de outra geração…) os caras mandaram muito bem, o público curtiu e se aqueceu.

Quando o Zico Chain deixou o palco, os técnicos do British Lion entraram pra ajeitar as coisas…. E adivinha só?? Aquele cara que eu tinha visto na rua era mesmo um dos roadies da banda!! Não preciso dizer aqui o quanto me arrependi nessa hora por não ter parado, né? Trouxaaaaa!!

Mas não demorou nada e a banda do Steve Harris começou a tocar e apagou da minha cabeça qualquer tipo de arrependimento!! Apesar de eu já ter escutado alguma coisa do British Lion no YouTube eu não estava bem familiarizada com o som. Isso nem de longe foi um problema porque as músicas são todas muito fortes, ao mesmo tempo melodiosas, e têm uma furiosa pegada metal! A banda transbordou energia o show inteiro, especialmente o excelente vocalista Richard Taylor e o guitarrista Grahame Leslie. Quanto ao Steve Harris? Afff!!!! Não tenho palavras!! Impressionante!!!

A surpresa maior pra mim ficou por conta do bis, que eles abriram tocando Let It Roll da minha banda favorita UFO!!! (ufa!!! até que enfim uma que eu sabia cantar!!!). Senti isso como uma espécie de “sinal”… Desta hora em diante eu tive certeza de que apesar de ter desperdiçado minha chance com o roadie, ainda assim eu ia conseguir encontrar com o Sr. Harris pessoalmente!

O show acabou e eu não fui embora. Tentei pegar outro whisky no bar mas já tinham encerrado. Fiquei lá fazendo hora e depois de uns 30 min os seguranças da casa começaram a enxotar os gatos pingados remanescentes. Fiz uma pausa no banheiro e quando saí de lá dei de cara com o guitarrista Grahame Leslie tirando fotos e conversando com alguns fãs.

IMG_6469

Depois de uma fotinho e um lero-lero bem rápido com o Sr. Leslie fui definitivamente expulsa do lugar. Mas claro que nem assim me dei por vencida!!!!

A passagem para a doca tinha sido bloqueada, então decidi dar a volta toda no shopping até a entrada de serviço onde eu tinha visto o roadie fumando…

IMG_6473Não se passaram nem 10 minutos de quando cheguei lá e o Steve Harris apareceu, em carne e osso!!! Ele parecia bem cansado, mas ainda assim foi super simpático comigo e sorriu quando eu disse que era uma grande fã do Iron Maiden do BRASIL!  Tiramos uma foto juntos e deixei ele ir embora…

\m/ UP THE IRONS!!!!

A propósito: a pronúncia inglesa britânica para Iron Maiden é “aion meiden” e não “aiRon meiden”, o R é mudo. Ainda estou tentando me acostumar com isso…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

8 comentários em “Quem espera sempre alcança”

    1. Muitos anos atrás era feito com whisky de verdade… Isso explica a preferência da diva! Hoje só a versão Premium é feita com whisky… Não foi essa que eu bebi!!! Hahaha

Não seja tímido, eu ADORO comentários!! Deixe o seu aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s